Dúvidas ? Entre em contato conosco.

Você já ouviu falar sobre o jejum intermitente? Atualmente, é possível reconhece-lo por ser uma nova tendência que vem se popularizando no universo fitness. Essa dieta consiste em determinar um padrão alimentar, o qual alterna a alimentação e períodos maiores de jejum.

Sua popularidade se dá por conta dos resultados que a técnica promete. Em síntese, os adeptos que ficam de 16 a 24 em jejum algumas vezes na semana, são beneficiados pela perda de peso. Isso se dá justamente por conta das pausas mais prolongadas, que possibilitam um menor consumo de calorias no dia.

Porém, como você já deve ter percebido, o jejum intermitente é um método bastante restritivo e radical. Desse modo, além de um acompanhamento médico, é importante desmistificar alguns mitos e abordar as verdades que envolvem essa dieta.

Confira abaixo as indicações que separamos para você tirar suas dúvidas:

“O jejum intermitente é indicado para todos”

Mito! A prática do jejum intermitente não é indicada para todas as pessoas. Portanto, por ser mais restritiva, ela não é recomenda para:

– Crianças

– Adolescentes

– Idosos

– Gestantes

– Diabéticos

“Você pode ingerir água durante o período de jejum”

Verdade! A água é de extrema importância e está presente em todos os processos do nosso organismo. Assim, durante o jejum intermitente não seria diferente. Sua ingestão nesse período também se torna benéfica!

“Na hora da quebra do jejum, você pode comer o que quiser”

Mito! Como já abordamos anteriormente, o jejum intermitente tem como base determinar padrões alimentares. Dessa forma, a dieta como um todo não envolve apenas a parte do jejum. A alimentação, especialmente na hora da quebra do jejum, deve ser equilibrada para que o corpo reponha os nutrientes e vitaminas necessárias.

#Dica: Essa refeição pode conter proteínas, carboidratos e uma fonte de gordura boa, como sementes oleaginosas.

“Essa é uma dieta de difícil adaptação”

Verdade! Quem deseja trazer essa dieta para sua via precisa estar disposto a conhecer os limites do próprio corpo. Porém, como já mencionamos, o jejum intermitente não é recomendado para todos e pode provocar risco a sua saúde. Então, caso deseje aderi-lo a sua rotina, explore seus limites sempre com orientação profissional.

Já praticou o jejum intermitente? Como você reage a essa dieta? Conta pra gente nos comentários!

Compartilhar o post

Deixe seu comentário aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *